Não Pode: a arma do medo


Todos os seres humanos já nascidos passaram por uma etapa natural da vida: nós a denominamos "nascimento". Isso é conveniente a maioria do elenco humano, pois nem todos, tanto no "palco" quanto nos "bastidores" da vida, celebram o enredo dos que nasceram. Mas o enfoque principal da continuidade do nascer é uma matéria muito longa, podemos dizer que para termos toda a Vida precisamos nascer a vida toda. Isso para os humanos pode ser um dos fatores de liberdade: Renascimento! 

A construção da liberdade humana se dá no momento em que a vida se entende como vida. Porém, existem situações criadas por ditadores que mancham princípios, tentam apagar os valores humanos e deixam a vida obscurecida. 

Podemos notar a "onda ditatorial" que se espalha pelo mundo no ano de 2011. Um "renascimento" não foi o bastante para que pessoas pudessem enxergar que os princípios inerentes a vida são pela vida e não pelo cativeiro mórbido da imposição e da opressão!

Os seres humanos nascidos tem o direito de renascerem! Isso valerá para os que "existem, mas não nasceram", para os que olham, mas não veem; para os que escutam, mas não ouvem! Não veem o povo! Não ouvem a vida!

Que alguns seres humanos sejam, de fato, humanos! Que, ao invés de dizerem "não pode", digam: "podemos juntos!" Que a vida passe a nascer e os mortos que vivem renasçam para a liberdade!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

#1 Páginas Ouvidas - Lavadeiras de Mossoró - Carlos Drummond de Andrade

Uma nota louca... Só isso!

Arte Reside