Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2010

Ansioprovanite

Por: Elionai Dutra

Depois de jovem
Tudo é juvenite
E da casca das provas:
Complicada rinite

Das ânsias de provar
Insiste em ter
E o mais que se tem
É dúvida do poder

Este mesmo jovenzito
Ansioprova-se em Nova Iorque
Com suas ansioprovanites
Se é que esta ideia
O prove...

Poesia que já não é...

Por: Elionai Dutra

O século da forma vinte um
A forma da escrita abstrata
Sem folhas, mas página
Sem pena, mas o latim "digitum"

E a poesia está lá
Onde não era
Próxima daquilo que se foi
Quando poetas ainda eram

De agora em minha poesia
Tudo é diante
Daquilo que se permanece
Ou algo que a interprete...

Mendigo na calçada

Por: Elionai Dutra

Na beira da calçada tinha um mendigo
Tinha um mendigo dormindo na beira da calçada
Um mendigo
Tinha um mendigo na beira da calçada

Jamais me esquecerei daquele sono
No despertar de cada manhã
Nunca me esquecerei que na beira da calçada
Tinha um mendigo
Tinha um mendigo dormindo na beira da calçada
Na beira da calçada tinha um mendigo

Crônica de uma estória

Por: Elionai Dutra

Lembro-me daquele dia como se fosse hoje. Eu era um “filhinho de papai”, andava com roupas bonitas e descoladas nas ruas de São Paulo, o primeiro a ser visto pelas meninas da escola, gostava de física e química, eram minhas matérias preferidas; além disso, gostava de conversar com o professor de matemática sobre assuntos relacionados à aritmética. Tinha uma esperteza extraordinária, fingia muito nas aulas de português e bagunçava nas de história, por isso recordar, para mim, é brincar com os fatos, apesar de conhecer estórias interessantes de gênios da física e grandes pensadores da matemática. Comigo era tudo passado nas expressões algébricas; no Ensino Médio gostava de fazer provas de matemática e participar de Olimpíadas de física e química.
Mas nesta pequenina crônica vou confessar uma coisa para vocês. Primeiro tudo ocorreu há cinco anos; meu pai tinha um emprego muito importante na sociedade – ele era bancário – utilizava muitos cálculos, inclusive eu comecei a…

#2 Sonho de Esperança

Estou postando um episódio diferente no Podcast "Páginas Ouvidas"!
Como a música é a beleza divina no sopro humano e nem todo ser humano está acostumado à beleza divina, este episódio especial é uma tentativa de expressar minha alma, sonhar com um mundo de esperança real e viver o amor do Pai Celestial!
Letra e Música: Elionai Dutra
Voz: Elionai Dutra
Duração: 02:35


**********************************************************************************