Natureza solitária


O vento balançava as palmeiras...
Em dançar eram-lhe sujeitas
E o chão suportava-as a pé
Na ilha de "Canapé"

A natureza canora envolvia
Em fortes sopros  respondia
Ao vento que de tardizinha
Assoprava as palmeiras em pé
Na ilha de "Canapé"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Arte Reside

Lacres!

Glo(bra)lizado