Parada

Por Elionai Dutra

"A vida...
Uma brisa...
Que sopra onde quer...
Que se recolhe onde quiser...

A vida...
Uma criança...
Que se deita no colo...
Que se permite aprender o novo...

A vida...
Uma vagarosa parada...
Que sopra a criança...
Que aprende a ter esperança...

Uma parada...
A vida e a morte...
Uma criança e uma brisa...
Que se unem numa sorte:
Amar...parar e amar..."

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

#1 Páginas Ouvidas - Lavadeiras de Mossoró - Carlos Drummond de Andrade

Uma nota louca... Só isso!

Glo(bra)lizado