Ética do Amor

Por: Elionai Dutra

"Ao entardecer no bosque da vida, eu vi...
Ao contemplar os raios de sol cortando a terra e o céu, senti...
Ao deitar-me na relva, sonhei...
Ao permitir-me no descanso, respeitei...

A estes versos aqui escritos e sonhados, um pouco de ética...
As memórias do bosque da vida, um pouco de amor...
A este poeta aprendiz, um tanto de ética e amor...
Aos que lêem este poema, Ética do Amor..."

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

#1 Páginas Ouvidas - Lavadeiras de Mossoró - Carlos Drummond de Andrade

Uma nota louca... Só isso!

Lacres!