Berço da Vida

Imagens Google.com.br


Texto Por: Elionai Dutra


"Quem és na dúvida de existir?
Um palmo de fé ou uma nuvem de esperança?
Quantos dias estão ao teu dispor na aurora de amanhã?
São infindáveis, ou não podes ter a ousadia de contar e enxergá-los?


Prestes, o medo está em volta da ternura recôndita da dor...não sabes discernir o tempo, mas o tempo discerni as faces do mau...
Rebuscas depressa teu aposento, reflitas na vida com teu pesar...repouse em teu leito...
Nasças, verás a constância da vida...


Conte os teus dias, entregue-se a liberdade de viver o Amor verdadeiro, para serdes sábio...
Tenhas a ousadia de dizer e enxergar teu passado na vida...teu Berço futuro e constância presente...


Não deixes de viver, mesmo que a vida seja um pesar...lembre-se de teu Berço..."

Comentários

Postar um comentário

Obrigado por comentar. Participe de outras categorias. Um Abraço!

Postagens mais visitadas deste blog

#1 Páginas Ouvidas - Lavadeiras de Mossoró - Carlos Drummond de Andrade

Uma nota louca... Só isso!

Lacres!